Calendário Bolsa Família 2019: Datas de Pagamento, Saldo, Valor

O calendário Bolsa Família 2019 vem orientando muitas brasileiros a obter esse benefício. Criando para ajudar as famílias de baixa renda, esse auxílio ajudando a melhorar a vida de quem é mais carente. A verdade é que muita gente depende desse apoio, então fique por dentro do calendário Bolsa Família 2019  para não perder nada.

Calendário Bolsa Família 2019

Calendário Bolsa Família 2019

✓ Fique por dentro de como realizar a consulta cartão do SUS 2019

Calendário Bolsa Família 2019

Cerca de milhares de pessoas vivem com o valor que recebem do benefício mais conhecido do país. E é pelo calendário Bolsa Família 2019 que os beneficiários fazem retirada do seu dinheiro.

Essa transferência é feita de forma direta, para as famílias que vivem em um estado crítico de pobreza e precisam de um auxílio para sobreviver.


Quem pode receber o Bolsa Família 2019?

Como falamos anteriormente,existem pessoas a quem esse benefício é destinado, continue lendo para saber quem pode receber o Bolsa Família 2019.

Para que não haja famílias em boa condições utilizando o calendário Bolsa Família 2019 sem estarem aptas, é preciso saber quais as regras.

  • São famílias de extrema pobreza, onde a renda mensal não ultrapasse R$89 por membro;
  • Famílias pobres, com renda entre R$ 89,01 e R$177 por membro;
  • Famílias pobres que tem entre seus membros gestantes, crianças ou adolescentes de até 17 anos.

✓ Fique saiba tudo sobre o salário mínimo 2019


Cadastro Bolsa Família 2019

Se sua família atende os requisitos anteriores, fique atento para estar realizando o seu cadastro Bolsa Família 2019Para que isso ocorra, as famílias deverão estar devidamente cadastrada no programa de Cadastro Único do Governo.

Também conhecido como CadÚnico, é onde o responsável inclui sua família para ser assistida pelo Governo Federal. Sendo assim, a esse responsável deverá ficar atento as documentações necessárias para o cadastro e ao calendário Bolsa Família 2019.


Documentações para o Bolsa Família 2019

Lembrando que quem realiza esses procedimentos, é o responsável legal pela família. Sendo assim, ele deverá ter todas as documentações para o Bolsa Família 2019 em suas mãos e se apresentar à prefeitura de sua cidade. São eles os seguintes documentos:

  • Documento de Identidade e CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Certidão de nascimento para solteiros e de casamento para os casados;
  • Comprovantes de residência e de renda.

Lembrando que deverão ser as documentações originais referente a cada membro que compõem a família.


Valor do Bolsa Bolsa Família 2019

Sabendo que algumas famílias podem precisar mais que outras, o valor do Bolsa Bolsa Família 2019 não será o mesmo entre as famílias cadastradas.

De acordo com a quantidade de membros e suas necessidades, o valor poderá variar em seu resultado final na hora de sacar de acordo com o calendário Bolsa família 2019.

Confira então, como são feitos os cálculos:

  • Benefício Básico: se refere a famílias enquadradas a extrema pobreza, sua renda chega à R$ 85,00 por pessoa, com o auxílio família do mesmo valor.
  • Benefício Variável: se refere a famílias pobres e extremamente pobres, composta por gestantes, mães que amamentam, crianças e adolescentes de idade até 16 anos, com auxílio de R$ 39,00 e cada grupo familiar pode usufruir de até 5 benefícios ao mês (R$ 195,00).
  • Benefício Variável de 0 a 15 anos: se refere a famílias com adolescentes de 0 à 15 anos de idade, como valor de R$ 39,00.
  • Benefício Variável à Gestante: se refere a famílias com gestantes, com valor R$ 39,00, podendo ter até 9 parcelas consecutivas referente aos meses da gestação.
  • Benefício Variável Nutriz: se refere a famílias com crianças de 0 e 6 meses, com  valor de R$ 39,00, podendo ter até 6 parcelas a cada mês de vida da criança.
  • Benefício Variável Jovem: se refere a famílias que vivem em situação de pobreza e extrema pobreza, com adolescentes entre 16 à 17 anos, com valor de R$ 46,00 com o máximo de 2 benefícios (R$ 92,00).
  • Benefício para superação de Extrema Pobreza: se refere a famílias em situação de extrema pobreza, onde poderá ter variações no valor final, após o cálculo feito a partir da renda de cada componente.